O valor milionário que Nelson Piquet poderá desembolsar pelo racismo a Hamilton – O Jogo

.
Fotografia: AFP
Declarações sobre Lewis Hamilton podem custar 10 milhões de reais (cerca de dois milhões de euros) ao tricampeão mundial de F1. Um grupo de associações de defesa dos direitos das minorias negras e da comunidade LGBT+ do Brasil avançou com uma ação contra o antigo piloto que já foi aceite pelo Tribunal de Justiça do Brasil
Depois dos danos reputacionais que foram provocados pelos comentários sobre Lewis Hamilton, publicados nas vésperas do Grande Prémio da Grã Bretanha, Nelson Piquet arrisca-se agora ter de prestar contas perante a justiça brasileira e a sentir o impacto desse momento infeliz onde dói mais: no bolso.
Motores. Canal belga suspende jornalista que chamou “autista” a um piloto de F1
Motores. Bernie Ecclestone envolvido em novo escândalo, agora por fuga ao fisco
Várias associações de direitos das minorias raciais e dos homossexuais do Brasil (Educafro, Centro Santo Dias, Aliança Nacional LGBTI+ e Abrafh) interpuseram uma ação contra o ex-piloto pelas palavras proferidas ao jornalista Ricardo Oliveira, do Canal Enerto, em que usou o termo “neguinho” para referir-se a Lewis Hamilton quando analisava o incidente entre o inglês e Maz Verstappen no circuito de Silverstone em 2021.
A denúncia foi recebida e aceite pelo Tribunal de Justiça do Brasil, com as entidades queixosas a pedirem uma indemnização de 10 milhões de reais (cerca de dois milhões de euros) que teriam como destino organizações de defesa dos direitos da população negra e LGBT. O juiz deu quinze dias a Nelson Piquet, pai da atual companheira de Verstappen, para apresentar a sua versão do ocorrido. O assunto, entretanto, já teve outras consequências. Poucas horas depois das declarações serem públicas, Nelson Piquet foi impedido de ter acesso ao paddock do Grande Prémio da Grã Bretanha e o British Racing Driver”s Club suspendeu-o indefinidamente.
Na últimas declarações produzidas a respeito do incidente, publicadas na Motorsport Magazine, o tricampeão mundial de F1 não parecia muito disponível para se retratar. “Não disse nada de mal”, assegurou, considerando que a polémica está a ser aproveitada pela imprensa brasileira para atacar o presidente Jair Bolsonaro, de quem é amigo próximo.

Al-Duhail oficializa Rúben Semedo como reforço com este vídeo
Os equipamentos do Rio Ave para a época de regresso ao principal escalão
Baliza a zeros ou defender um penálti? Franco Israel dá-se a conhecer melhor
Conferências de imprensa há muitas, mas esta foi bem especial
Insólito: Neymar entregou medalhas da Supertaça aos companheiros. Ora veja
Real Madrid a jogar e Juventus a ver: o lance de que se fala nas redes sociais
5 formas de reduzir o desperdício alimentar
13 dicas de poupança de quem foi bem-sucedido financeiramente
Em julho o site da Men’s Health teve mais de um milhão e meio de visitas

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.