Lei 13.445/17: Da Naturalização Brasileira – Migalhas

Apoiadores
Fomentadores

Quem Somos
EDITORIAS
Migalhas Quentes
Migalhas de Peso
Colunas
Migalhas Amanhecidas
Agenda
Mercado de Trabalho
Migalhas dos Leitores
Pílulas
TV Migalhas
SERVIÇOS
Academia
Autores
Autores VIP
Catálogo de Escritórios
Correspondentes
Eventos Migalhas
Livraria
Precatórios
Webinar
ESPECIAIS
#covid19
dr. Pintassilgo
Lula Fala
Vazamentos Lava Jato

Fale Conosco
SERVIÇOS
Academia
Autores
Autores VIP
Catálogo de Escritórios
Correspondentes
Eventos Migalhas
Livraria
Precatórios
Webinar
EDITORIAS
Migalhas Quentes
Migalhas de Peso
Colunas
Migalhas Amanhecidas
Agenda
Mercado de Trabalho
Migalhas dos Leitores
Pílulas
TV Migalhas
MIGALHAS DE PESO
Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente
Publicidade
Publicidade
segunda-feira, 25 de julho de 2022
Atualizado em 26 de julho de 2022 09:51
Ainda que a Europa seja o destino mais aclamado pelos brasileiros e o resto do mundo, já parou para pensar quantos estrangeiros/migrantes moram e desejam morar no Brasil? Eles são de várias partes do mundo, como Senegal, Moçambique, Portugal, Alemanha…
Segundo a lei de Migração de 13.445/17 esta dispõe sobre os direitos e os deveres do migrante e do visitante, regula a entrada, estada e saída do Brasil, bem como os princípios e diretrizes para as políticas para o emigrante.
Por sua vez, a lei prevê princípios e garantias como o repúdio e prevenção à xenofobia, ao racismo e a quaisquer formas de discriminação; prevê a não criminalização da migração; direito à reunião familiar, entre outros.
No art. 64 em diante da referida lei, esta dispõe acerca das opções de nacionalidade e naturalização. Das condições de naturalização, esta pode ser: ordinária, extraordinária, especial ou provisória.
A naturalização ordinária será concedida quando o migrante no Brasil reside por prazo indeterminado por no mínimo 04 (quatro) anos. Ainda, ter capacidade civil, comunicar-se em língua portuguesa e não possuir condenação penal ou reabilitação.
A naturalização extraordinária será concedida ao migrante que esteja no Brasil há mais de 15 (quinze) anos ininterruptos e sem condenação penal.
A naturalização especial será concedida quando o migrante for cônjuge ou companheiro, há mais de 5 (cinco) anos, de integrante do Serviço Exterior Brasileiro em atividade ou de pessoa a serviço do Estado brasileiro no exterior; ou seja ou tenha sido empregado em missão diplomática ou em repartição consular por mais de 10 (dez) anos interruptos.
E a naturalização provisória é concedida quando o migrante for criança ou adolescente que tenha fixado residência em território nacional antes de completar 10 (dez) anos de idade e deverá ser requerida por meio do seu representante ilegal.
Ressalta que, a referida lei de migração é regulamentada pelo decreto 9.199/17 que dispõe sobre os vistos, autorização de residência e demais disposições.
O procedimento para solicitação permite ser totalmente eletrônico a partir da plataforma do Governo Federal, onde é possível iniciar a solicitação e anexar todos os documentos exigidos a partir de resoluções e formulários disponibilizados pela própria plataforma do governo.
Após o pedido de naturalização, o próximo procedimento é o comparecimento à Polícia Federal na Comarca da residência do migrante a fim de verificação dos documentos enviados via plataforma e coleta de assinatura, foto e digital.
O procedimento será analisado pela Polícia Federal e será encaminhado para o Departamento das Migrações para decisão de deferimento ou indeferimento. A decisão será publicada no Diário da União, no qual, o estrangeiro poderá consultar diariamente para verificar se houve alguma notificação.
Ressalta-se que, da decisão, cabe recurso administrativo, cujo prazo é de 10 (dez) dias. O procedimento poderá ser consultado em www.gov.br, bem como a documentação exigida e formulários.
Advogada no Brasil e em Portugal, na área de direito civil, família e direito internacional. Especializando-se em direito médico pela Universidade de Coimbra, em Portugal.
Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.
Holandês foi extraditado pelo Brasil na última semana após Lewandowski homologar documento de entrega voluntária.
Publicidade
Publicidade

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.