Pré-candidata a deputada federal pela UP denuncia racismo nas redes sociais, em Goiás – A Verdade – Jornal A Verdade

Pré-candidata da UP a Câmara dos Deputados é alvo de ataques racistas em Goiás. Já é a segunda candidatura do mesmo partido a apresentar denúncias de racismo.  
Rafaela Corrêa, Goiânia
BRASIL – Na última segunda (18), o partido Unidade Popular (UP) debateu e oficializou a pré-candidatura de Laryssa Sampaio à deputada federal. Após o anúncio nas redes sociais, a pré-candidata recebeu ataques racistas. Já é o segundo pré-candidato da UP que publiciza denúncias de racismo.
Há cerca de uma semana, o pré-candidato da UP à presidência da República, Leonardo Péricles, denunciou casos crescentes de racismo e mensagens fascistas que estava recebendo. O vídeo publicado por Leonardo continha mensagens de um perfil intitulado “Bruno Silva” que afirmava ser português. 
Um dia após a criação do perfil na rede social Twitter, Laryssa começou a receber mensagens semelhantes às enviadas para Leonardo Péricles, com um perfil que utilizava o mesmo nome e foto.

Entre as várias mensagens estão frases do tipo “Bem que senti o fedor de preto” em que Bruno se refere à chegada da pré-candidata ao Twitter. O perfil também usa ofensas como “Macaca” e diz que a pré-candidata deve “voltar para a senzala” e “voltar para a cozinha”. A equipe de Laryssa Sampaio (UP) denunciou o ocorrido nas redes sociais. 
Laryssa declara que essas mensagens lhe causam indignação, mas não a desanima, pois isso evidencia o quanto é necessário que pessoas negras e antifascistas estejam presentes nesses espaços. 
“Se não ocuparmos esses espaços, quem falará por nós? Ninguém! Somos nós que sentimos isso na pele todos os dias. Goiás é o estado com maior taxa de assassinato contra mulheres negras do país. Nós não voltaremos nem para a cozinha, nem para a senzala! Nosso lugar é na política!” diz Laryssa.
estamos com a Laryssa! racistas não passarão!!

Jornal A Verdade. Todo o conteúdo pode ser livremente reproduzido, desde que citados autor e fonte.

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.