Comissão aborda enfrentamento aos assédios com 100 servidores (as) do Fórum Cível de JP – TJPB

Acessibilidade
Selo Prata CNJ 2021
Os lançamentos do DJE no Portal do TJPB não são simultâneos aos lançados no sistema oficial. Para um acompanhamento mais rápido, acesse o sistema do DJE no link abaixo:
O Portal de Comunicações Processuais do Poder Judiciário atende às disposições da Resolução n°234 de 13/07/2016, do Conselho Nacional de Justiça. O TJPB utiliza o portal para publicação, em processos eletrônicos (PJe), de editais e excepcionalmente, as intimações para advogados.
Servidoras e servidores do Fórum Cível da Comarca de João Pessoa participaram, na manhã deste quinta-feira (21), de uma roda de conversa promovida pela Comissão de Proteção e Enfrentamento ao Assédio e Discriminação (Compead) de primeiro grau, do Tribunal de Justiça da Paraíba. A presidente da Comissão e juíza titular do 6º Juizado Auxiliar Cível, da 1ª Circunscrição da Capital, Silvana Carvalho Soares, coordenou os trabalhos e foi uma das palestrantes do evento, que teve o apoio da Diretoria do Fórum e da Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec).
O objetivo da ação foi ouvir questões e identificar a ocorrência dos tipos de assédio e de discriminação que, eventualmente, venham acontecer no ambiente de
trabalho. Cerca de 60 servidores (as) acompanharam a roda de conversa pela plataforma Zoom, enquanto 40 funcionários do Fórum Cível estavam, presencialmente, na Sala de Reuniões da unidade. O encontro faz parte das atividades da Compead de primeiro grau, que estenderá a iniciativa às demais comarcas do Estado.
“O evento foi extremamente positivo. Conseguimos ouvir relatos dos servidores, de uma maneira informal e clara. Dentro do nosso planejamento está a meta de, também, envolver os gestores do primeiro e do segundo graus do Poder Judiciário estadual, com a mesma finalidade”, ressaltou Silvana Carvalho, que  faz parte da Comissão de Prevenção e Enfrentamento aos Assédios e Discriminação do primeiro e Segundo Grau do TJPB.
Quem também fez uma explanação sobre o tema foi a gerente de Qualidade de Vida (Gevid), do Poder Judiciário estadual, Valéria Beltrão. Ela orientou os servidores a respeito do procedimento que devem ser tomados, nos casos de qualquer tipo de assédio, entre eles o moral, sexual, virtual e psicológico. “Uma reunião excelente, muito proveitosa, onde foram realizadas orientações e tiradas muitas dúvidas sobre o assunto”, destacou a gerente.
Denúncia – A Comissão de Proteção e Enfrentamento ao Assédio é Discriminação do TJPB trabalhou na construção de cartilha informativo e o procedimento para recebimento das notícias de assédio e discriminação, com a garantia do sigilo das informações repassadas pelas vítimas. Para tanto, na página da Comissão, consta a constituição da Comissão e seus integrantes , cartilha informativa e o procedimento administrativo, além de  formulário de denúncias que  pode ser acessado através do link https://www.tjpb.jus.br/compead. As denúncias poderão ser realizadas  tanto pela vítima ou por terceiros que tomem conhecimento dos fatos, sendo vedado o anonimato, com acesso pelo link https://www.tjpb.jus.br/compead/formulario-de-notificacao-de-assedio-discriminacao.
Por Fernando Patriota
PABX: (83) 3216-1400  | Gerentes de Fórum | Chefes de Cartório | Chefes de Gabinete | Gerência de Precatórios
Praça João Pessoa, s/n – CEP 58013-902 – João Pessoa (PB)
Politica de Privacidade   Termos de Uso
Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação DITEC

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.