Combate ao racismo em todo lugar faz da ADEP/MG finalista de prêmio nacional – Além do Fato

COMPARTILHAR:
Depoentes nos vídeos da associação na campanha contra o racismo, foto site ADEP/MG
A campanha ‘Combate ao racismo em todo o lugar’ fez da Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos de Minas (ADEP/MG) finalista do XX Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça 2022. Em 2021, a ADEP-MG apresentou a websérie “Voz de Luta”, composta nove vídeos lançados semanalmente. Eles trazem histórias e depoimentos contra esse preconceito de defensoras, defensores, servidoras e servidores negros e negras da Defensoria Pública de Minas Gerais.
A ação faz parte da campanha “Racismo se combate em todo lugar: Defensoras e Defensores Públicos pela equidade racial”, realizada pela Associação Nacional de Defensores Públicos.
A iniciativa tem o apoio da ADEP-MG. O projeto “Voz de Luta” é uma realização da ADEP-MG, por meio de sua assessoria de comunicação, com direção e produção da Árvore Filmes. Para ver os vídeos, confira em www.adepmg.org.br/vozdeluta ou no canal do YouTube da ADEP-MG.
O projeto “Voz de Luta” concorre com trabalhos produzidos pela Superior Tribunal de Justiça e Tribunal de Justiça de Roraima. A premiação será realizada no Congresso Brasileiro de Assessores de Comunicação do Sistema de Justiça (CONBRASCOM) que acontecerá nos dias 3, 4 e 5 de agosto no Rio de Janeiro.
O Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça é uma iniciativa do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ), organização não governamental sem fins lucrativos. Foi fundado pelos assessores de Comunicação do Judiciário, do Ministério Público, Defensoria Pública, OAB, tribunais de contas e instituições afins. Todos voltados ao desenvolvimento de debates e ações para aproximar as organizações públicas do cidadão.
Em 2021, a ADEP-MG conquistou o Grande Prêmio de Comunicação e Justiça, a maior honraria oferecida pelo FNCJ, com o documentário “Recomeço Brumadinho”. A Associação também já foi premiada nos anos de 2019 e 2020 com a reportagem “Recomeços que não podem esperar” (1º lugar categoria Reportagem) e com a “Revista da ADEP-MG” (2º e 3º lugares).
LEIA MAIS: Prisão após 2ª instância é retrocesso, aponta líder de defensores mineiros
** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.