Vídeo: parque temático da Vila Sésamo é acusado de racismo nos Estados Unidos – Crescer

Era para ser somente mais um vídeo em que uma mãe registra a alegria das filhas ao interagirem com alguns de seus personagens favoritos em um parque temático. No entanto, tornou-se motivo de revolta pelo mundo. Postadas no perfil da mulher, @__jodiii__, as imagens mostram duas garotinhas felizes em uma parada, no parque Sesame Place, inspirado nos personagens de Vila Sésamo, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. Mas quando as duas irmãs tentam tocar a mão da personagem Rosita, ela se recusa, fazendo sinal de “não”. Isso depois de ter tocado a mão de uma pessoa branca, normalmente. Segundo a mãe, depois a personagem ainda abraçou uma menina branca. O caso aconteceu no último sábado (16).
+ Menino de 9 anos escreve carta para jogador de futebol da Inglaterra que sofreu racismo
Vídeo que mostra personagem recusando-se a abraçar meninas negras viralizou (Foto: Reprodução/ Instagram)
“Vou continuar postando isso, porque isso me deixou com raiva”, escreveu a mãe. “Estávamos saindo do Sesame Place e as crianças queriam parar para ver os personagens. Esta pessoa nojenta descaradamente disse NÃO às nossas filhas, então, começou a abraçar a garotinha branca ao nosso lado! Então, quando fui reclamar, eles me olharam como se eu fosse louca”, continuou. “Perguntei à senhora quem era o personagem e disse que queria ver um supervisor e ela me disse que NÃO SABIA! Eu nunca mais vou pisar no @sesameplace! E, por favor, sintam-se à vontade para repostar isso. Na verdade, devolvam meu dinheiro… Estou tão brava que parei o vídeo, mas fiquei tão irritada quando ela descaradamente disse que não”, finalizou a mãe na postagem.
A mãe parou de filmar, revoltada, mas, segundo ela, a pessoa que estava fantasiada de Rosita abraçou uma menina branca em seguida, deixando claro que era uma situação de racismo. Várias pessoas compartilharam as imagens, que, rapidamente, tornaram-se virais. Famosos também comentaram. “O olhar no rosto das crianças… Como mãe, é uma situação esmagadora”, escreveu Monica, cantora de The Boy Is Mine. Kelly Rowland, ex-integrante do Destiny’s Child, também compartilhou e se manifestou: “Ah, que inferno, não! Isso me deixou louca. Se fosse eu, todo o desfile estaria em chamas”, disse a artista.
ASSISTA AO VÍDEO PUBLICADO PELA MÃE
No último domingo (17), o parque emitiu uma nota, publicada no perfil do Instagram. “Nossa marca, nosso parque e nossos funcionários representam inclusão e igualdade em todas as formas. É disso que trata o Sesame Place e não toleramos em nossos parques comportamentos contrários a esse compromisso. Também estamos e sempre estivemos comprometidos em garantir que cada família e cada criança tenha a melhor experiência possível em nossos parques e ficamos incrivelmente desapontados quando isso não acontece. Em relação ao incidente de ontem, os figurinos que nossos artistas usam, às vezes, dificultam a visão em níveis mais baixos e, às vezes, nossos artistas perdem os pedidos de abraço dos convidados. O performer que retrata a personagem Rosita confirmou que o gesto de ‘não’ visto várias vezes no vídeo não foi direcionado a nenhuma pessoa específica, mas foi uma resposta a vários pedidos de uma pessoa na multidão que pediu a Rosita para segurar seu filho para uma foto, o que não é permitido. A artista de Rosita não ignorou intencionalmente as meninas e está arrasada com o mal-entendido. Pedimos desculpas a esses visitantes por não proporcionar a experiência que eles esperavam e nos comprometemos a fazer o nosso melhor para ganhar a visita e o apoio de todos os visitantes”, completou.
Parque da Vila Sésamo se pronuncia sobre atitude considerada racista com crianças (Foto: Reprodução/Instagram)
No entanto, a explicação não agradou e não satisfez as pessoas. Várias pessoas comentaram, dizendo que aquilo era “patético” e “decepcionante”.
A mãe das meninas também voltou a se manifestar, rejeitando a resposta do parque. “Eu sinceramente sinto que essa declaração foi divulgada para tentar salvar as aparências. Além disso, entraram em contato comigo anteriormente por telefone. Eu respondi via mensagem para confirmar. Desde que o post se tornou viral, nenhuma comunicação foi feita desde então! @sesameplace, em vez de tentar salvar sua cara, vocês deveriam ter dado um pedido público de desculpas às minhas garotas! Essa afirmação é desrespeitosa e de mau gosto. Fale sobre adicionar insulto à injúria. Vou repostar este vídeo todos os dias até que seja corrigido”, afirmou.
Diante da repercussão negativa, o parque voltou a se pronunciar nas redes sociais nesta segunda-feira (18): “Pedimos sinceras desculpas à família por sua experiência em nosso parque no sábado; sabemos que não está tudo bem. Estamos tomando medidas para melhorar. Estamos comprometidos em corrigir isso. Realizaremos treinamento para nossos funcionários para que eles entendam melhor, reconheçam e proporcionem uma experiência inclusiva, equitativa e divertida aos nossos visitantes. Há mais de 40 anos a Sesame Place trabalha para defender os valores de respeito, inclusão e pertencimento. Estamos comprometidos em fazer um trabalho melhor, fazendo com que crianças e famílias se sintam especiais, vistas e incluídas quando vêm aos nossos parques.”
Parque da Vila Sésamo volta a emitir nota sobre caso de racismo com meninas negras (Foto: Reprodução/Instagram)

Quer acessar todo o conteúdo exclusivo da CRESCER? Clique aqui e assine!

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.