Homem é condenado a 35 anos de prisão após matar esposa enquanto amamentava – Yahoo Noticias

Homem foi condenado à prisão pelo assassinato a facadas da companheira em 2018
O crime aconteceu enquanto ela amamentava o filho do casal
O Ministério Público apontou que Ademilson Nunes era violento e ciumento
Um homem foi condenado na última terça-feira (19) a 35 anos, três meses e 15 dias de prisão pelo assassinato da própria companheira em Guarantã do Norte, Mato Grosso. As informações são do G1.
Ademilson Nunes foi considerado culpado pelo homicídio qualificado de Edilene Coelho Santos em janeiro de 2018, além de posse ilegal de arma de fogo. Ele esfaqueou a mulher enquanto ela amamentava o filho recém-nascido do casal.
Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar
Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos
Segundo relato da Polícia Civil, a vítima estava com o bebê de 22 dias no colo quando foi atacada pelas costas. O outro filho da vítima, na época com 6 anos, presenciou o crime.
O Ministério Público explicou que Ademilson e Edilene mantinham união estável há dois anos quando o assassinato foi cometido, mas o relacionamento era conturbado.
O rapaz era alvo de processos por crimes de ameaça e lesão corporal contra a vítima. Ainda segundo o MP, Ademilson mostrava constantemente ser ciumento, agressivo e autoritário.
O casal chegou a romper o relacionamento durante a gravidez de Edilene, mas retomou o casamento e voltou a morar junto.
No dia do assassinato, eles chegaram a discutir, e Ademilson ameaçou a mulher antes de esfaqueá-la nas costas e na boca.
Segundo o Código Penal Brasileiro, o feminicídio é o homicídio praticado contra a mulher pelo fato de ela ser uma figura feminina, ou nos casos de violência doméstica. Fatores como misoginia, menosprezo pela condição feminina, discriminação de gênero e violência sexual são os principais indícios do crime.
A lei do feminicídio (lei 13.104/15) não enquadra, porém, o crime a qualquer assassinato de mulheres.
Violência doméstica ou familiar: A lei se enquadra nos casos em que o criminoso é uma pessoa da própria família ou já manteve uma relação com a vítima. Esta é a variação mais comum no Brasil.
Menosprezo ou discriminação contra a mulher: A lei também pode ser aplicada quando o assassinato é resultante do preconceito de gênero, que pode ser manifestado pela objetificação feminina e pela misoginia.
Vale ressaltar, ainda que o feminicídio é visto pelo Código Penal como uma forma qualificada de homicídio. Sendo assim, a pessoa que cometer o crime está sujeita a pegar de 12 a 30 anos de reclusão.
O que acontece com o seu organismo e os danos reais ao ingerir drogas inalantes?
O pré-candidato do PT ao Palácio do Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta quinta-feira…
PM prendeu oito pessoas e apreendeu um adolescente de 16 anos por associação para tráfico de entorpecentes, sequestro e cárcere privado e corrupção de menores
Laís Crisóstomo Aguiar recebeu pena de 2 anos e 11 meses de reclusão, substituída por prestação de serviços à comunidade; PF encontrou 461 gramas de cocaína com a ré
Vinte anos depois de matar sua mulher, um homem, de 48 anos, foi preso nesta terça-feira (19), em General Carneiro (MT).
Luz Raquel Padilla, de 35 anos, era uma defensora dos direitos das pessoas com deficiência
Crime foi comprovado após realização de exame da jovem de 15 anos
TÓQUIO (Reuters) – Novos casos de coronavírus na capital do Japão atingiram um recorde nesta quinta-feira, ultrapassando 30.000 pela primeira vez desde o início da pandemia, o que levou as autoridades a pedir mais vigilância.
Imbróglio se arrasta há mais de 20 anos, desde que o cantor deixou o grupo Soweto e quebrou contrato com o ex-jogador, empresário da banda
O filme "Blonde" estreia no catálogo da Netflix em setembro
A mulher e a casa se tornaram conhecidas após o podcast "A Mulher da Casa Abandonada", contar a história que envolvia aquela situação.
Rapaz precisou ser internado em um hospital com diversas lesões
Sumiço do Enfanutri desperta temor de que escassez generalizada nos EUA chegue ao país
Um inglês foi condenado à prisão perpétua por assassinar a esposa e esconder seu corpo por 37 anos. O crime ocorreu em uma fazenda, onde o casal vivia, na cidade de Kempsey, em Worcestershire.
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Uma família alega ter sido banida dos parques da Disney na Flórida depois de se envolver em uma briga generalizada nesta quarta-feira (20) no parque de diversões Magic Kingdom. As cenas da confusão circularam nesta quinta (21) nas redes sociais. Entre socos, chutes, bolsas voando e gritos, as imagens mostram ainda pessoas se desvencilhando de quem as havia segurado para retornar à aglomeração e voltar a desferir agressões. De acordo com a emissora local da rede Fox N
Confirmação da chapa aconteceu na convenção da Federação Brasil da Esperanã, nesta quinta
O filamento mede 384.400 quilômetros de comprimento
O governo Jair Bolsonaro prepara a edição de um novo decreto tratando da redução do Imposto sobre…
Processo de emagrecimento é complexo e só pode ser alcançado de maneira generalizada
Marquinhos Trad foi acusado por quatro mulheres de assédio

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.