Dia da Mulher Negra: 7 dicas para conversar sobre racismo com as crianças – Portal Nacional de Seguros

No dia 25 de julho é comemorado o Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha. A data foi instituída em 1992, após o 1º Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, na República Dominicana. O evento aconteceu para dar visibilidade à luta das mulheres contra a opressão de gênero, a exploração e o racismo.
Hoje, a data é mais um momento importante para falar sobre a luta e a resistência do povo negro. Por este motivo, o Lunetas, espaço 100% dedicado à reflexão sobre a infância, lista 7 dicas para quem deseja conversar sobre racismo com os pequenos, já que a educação antirracista é fundamental para criar crianças livres de preconceitos.
Informação é a chave!
É essencial ir atrás de informações de qualidade para que se entenda como funciona o racismo e como ele organiza a sociedade. Especialmente para famílias não negras, é necessário se aprofundar nas reflexões e percepções sobre discriminação e desigualdade étnico-racial, reconhecer seus privilégios e tomar para si a responsabilidade de alargar os diferentes cenários de convívio das crianças. Uma sugestão é o livro ‘Pequeno Manual Antirracista’, escrito pela filósofa e ativista Djamila Ribeiro, que trata de diversos temas relacionados às relações raciais e à promoção da igualdade.
Seja honesto
As crianças estão descobrindo o mundo e, por isso, é comum que existam novos questionamentos todos os dias. Quando se trata de assuntos relacionados a preconceitos, os adultos podem se sentir pegos de surpresa e não saber exatamente como reagir – mas a verdade é que é necessário ser o mais honesto possível e, caso não saiba a resposta, não há problema em dizer que vai pesquisar e depois retomar a conversa.
Preste atenção no vocabulário
As palavras que utilizamos carregam sentido e história e algumas expressões racistas ainda estão impregnadas no vocabulário dos brasileiros, como “cabelo duro”, “humor negro” e “inveja branca”. É necessário que os adultos orientem as crianças, por meio do exemplo, deixando de naturalizar esses termos, estigmas, piadas racistas e comentários pejorativos.
Entretenimento com representatividade
Observe os conteúdos e materiais que entram em contato com as crianças ao seu redor, seja por meio dos livros e filmes infantis, vídeos no YouTube e diversos conteúdos on-line. É importante se atentar ao grau de representatividade, além da mensagem que está sendo transmitida. Uma dica é o livro “A cor de Coraline”, do autor Alexandre Rampazo, que propõe uma reflexão sobre identidade, representatividade, empatia e consciência.
Preste atenção ao seu redor
A diversidade não deve estar presente apenas no discurso, mas, sim, ser vivenciada e processada diariamente. Por isso, é extremamente importante que os espaços de convivência das crianças sejam plurais. Por exemplo, famílias brancas devem observar os lugares que frequentam, que tipo de mensagem eles transmitem, se são espaços que valorizam a diversidade e se há pessoas negras em suas relações.
Referências
Reflita sobre quem são as referências positivas da sua família e como isso é transmitido para os pequenos. Conhecer e apresentar artistas, políticos, ativistas e cientistas negros e negras, por exemplo, ampliarão o repertório das crianças, permitindo que muitas delas se identifiquem e possam sonhar com carreiras e futuros diferentes.
Defenda a educação antirracista nas escolas
A escola deve ser um ambiente de convívio, troca e experimentação. Por isso, famílias com crianças negras ou não devem estar sempre atentas, com o apoio dos educadores, para prevenir e/ou denunciar qualquer situação de racismo e discriminação. Além disso, observe se a escola proporciona uma educação antirracista, conversando sobre situações do cotidiano e fazendo com que a diversidade atravasse as salas de aula em sua decoração, livros, brincadeiras e ideias compartilhadas.

IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte…  www.segs.com.br

No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. –  Importante sobre Autoria ou Fonte..: – O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. – O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. – “Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao”. (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) – O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. – Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. – “Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO”.






Educa
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
Educação
NEWSLETTER SEGS
UNICOS - CORRETORES DE SEGUROS
FACE
Copyright ©2002-2022 Clipping – Segs – Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. – Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.brIMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 – (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA – AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.