Benfica contra dirigente do FC Porto: «O racismo não se relativiza» – A Bola

O Benfica saiu em defesa de Ivan Almeida, jogador da equipa de basquetebol, que se queixou ter sido vítima de insultos racistas no jogo 3 da final do play-off da Liga, diante do FC Porto.

«Como temos dito e repetido, o racismo é abjeto e o Sport Lisboa e Benfica está e estará sempre empenhado no combate a este flagelo da sociedade. Repudiamos todas e quaisquer manifestações de racismo», pode ler-se na publicação digital News Benfica, que logo aponta o dedo às declarações posteriores de diretor técnico do basquetebol do FC Porto, Afonso Barros (leia aqui).

«O racismo não se relativiza, condena-se e combate-se. O que torna ainda mais incompreensíveis as recentes declarações de um dirigente do basquetebol portista sobre este episódio lamentável. A forma digna como ambas as equipas lutaram pelo Campeonato Nacional não merecia nada disto. E sobretudo ninguém merece ser vítima de insultos racistas», terminam os encarnados.
O africano é que é racista
Basta ver a hipocrisia das frutas. Será que compararam com o caso merengas, não é mesma coisa dirão ele. Uma caixa de frutas podres este clube
Os fraquinhos, fraquinhos já se esqueceram do que fizeram ao Hulk em pleno campo dos nossos festejos. Fracos em tudo e até na memória.
Palhaçada foi levar 30 pts do SLB no último jogo!!!! Ahahahahahahahahaha, grande Ivan, espetáculo dentro e fora do campo! Ahahahahahahahahaha! Mesmo na mouche do tripeiro trauliteiro@!
A palhaçada foi levar 30pts de nós no último jogo. by Ivan!!!!! Brutal

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.