Pastor é condenado por racismo e ódio contra judeus no Rio – Folha

Acesse seus artigos salvos em
Minha Folha, sua área personalizada
Acesse os artigos do assunto seguido na
Minha Folha, sua área personalizada

Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Gostaria de receber as principais notícias
do Brasil e do mundo?
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
O pastor evangélico Tupirani da Hora Lores foi condenado nesta quinta-feira (30) pela Justiça Federal do Rio de Janeiro a 18 anos e 6 meses de prisão por racismo devido a declarações consideradas ofensivas contra judeus.
O líder da Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo foi detido durante a Operação “Rófesh” (liberdade, em hebraico), em 24 de fevereiro, no bairro do Santo Cristo, no centro do Rio e segue preso.
Em diversos vídeos publicados nas redes sociais, ele fazia declarações com ataques a negros, judeus, mulheres e a comunidade LGBTQIA+.
O advogado de defesa do pastor, Luiz Carlos de Araújo Júnior, disse que a sentença é desproporcional. “A pena foi exagerada. Acreditamos que pode ter havido pessoalidade na hora do julgamento. A sentença não condiz, na avaliação da defesa, com as ações do réu. O próximo passo é a apelação”, afirma.
A defesa tem cinco dias para recorrer da decisão.
A ação foi movida pela Conib (Confederação Israelita do Brasil) e pela Fierj ( Federação Israelita do Rio de Janeiro.
“Uma sentença histórica na luta contra o antissemitismo. É a maior pena aplicada no Brasil por esse tipo de crime, o que haverá de ajudar a inibir essa prática odiosa”, afirmou o advogado da Fierj, Ricardo Sidi .
Na decisão, a juíza federal Valéria Caldi Magalhães, da 8ª Vara Federal Criminal, afirmou que “os discursos proferidos pelo acusado Tupirani excedem os limites da liberdade de expressão”.
“Os discursos de ódio do réu são carregados de dolo de racismo e jamais poderiam ser tidos como uma razoável interpretação de textos bíblicos”, escreveu a juíza na sentença.
Os advogados do pastor afirmaram em sua defesa que ele sofre perseguição devido a sua pregação religiosa e que ele nunca agiu com a intenção de ofender algum grupo. “Os fatos narrados na denúncia dizem respeito a pregações religiosas e a um contexto exclusivamente dogmático, sequer orientado exclusivamente contra judeus”, diz o texto.
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Assinantes podem liberar 5 acessos por dia para conteúdos da Folha
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Leia tudo sobre o tema e siga:
Você já conhece as vantagens de ser assinante da Folha? Além de ter acesso a reportagens e colunas, você conta com newsletters exclusivas (conheça aqui). Também pode baixar nosso aplicativo gratuito na Apple Store ou na Google Play para receber alertas das principais notícias do dia. A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade. Obrigado!
Mais de 180 reportagens e análises publicadas a cada dia. Um time com mais de 200 colunistas e blogueiros. Um jornalismo profissional que fiscaliza o poder público, veicula notícias proveitosas e inspiradoras, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Carregando…
Carregando…
Seminário mostra como a Argentina se preparou para receber o turista brasileiro
Referência em Cidades Inteligentes, Curitiba investe em iniciativas para qualidade de vida
Análise de dados ajuda governos na formulação de políticas públicas
Cidades inteligentes colocam tecnologia na porta de casa; saiba tudo sobre as “smart cities”
Crea-SP realiza ações para ampliar presença e relevância das mulheres
Controle do glaucoma depende de prevenção e adesão a tratamento
Tranquilidade e segurança para o produtor rural
Novo protocolo do SUS poderá mudar cenário de pacientes com Hipertensão Arterial Pulmonar
ID digital garante maior confiança nas transações pela internet
Sustentabilidade é prioridade para CEOs globais e brasileiros
Tecnologia aumenta produtividade e reduz custo de empresas de logística
Economia circular ganha força e chega à produção de fertilizantes
QUALIDADE E CUIDADO COM O MEIO AMBIENTE
Bradesco Seguros lança aplicativos mais rápidos, fáceis de usar e com novas funcionalidades
PIRELLI LANÇA PNEU QUE REPARA FURO SOZINHO
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Se houver mudança, texto tem de voltar ao Senado; na sexta, líder do governo na Câmara disse que intenção era votar sem alterações
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Presidente do Senado pretender ler requerimento de comissão do MEC junto com pedidos de governistas
Recurso exclusivo para assinantes
assine ou faça login
Órgão descarta abrir inquérito no momento e solicita ao STF que Castello Branco dê mais informações

O jornal Folha de S.Paulo é publicado pela Empresa Folha da Manhã S.A.
Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.
Cadastro realizado com sucesso!
Por favor, tente mais tarde!

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.