Amstel e Observatório da Discriminação Racial unem forças em ação contra racismo na Libertadores – MKTEsportivo

Entidade fornecerá assessoria jurídica e psicológica a vítimas de preconceito no futebol
A Amstel, patrocinadora oficial da Libertadores, e o Observatório da Discriminação Racial no Futebol uniram forças para combater os casos de racismo no torneio.
“Há anos, a Amstel busca promover discussões relevantes que possam contribuir para a sociedade por meio de suas iniciativas. E dentro do nosso patrocínio à Libertadores não é diferente. Nos unimos ao Observatório da Discriminação Racial no Futebol com o intuito de criar cada vez mais diálogo sobre esse tema e apoiar esta organização que compartilha de nossos valores e trabalha na construção de um futebol mais inclusivo e respeitoso”, disse Vanessa Brandão, diretora de marketing das marcas mainstream do Grupo Heineken no Brasil.
A iniciativa inicia nesta terça-feira, com o pontapé inicial das oitavas de final da Libertadores. A ação convocará torcedores, formadores de opinião, jogadores, ex-atletas e influenciadores digitais a se manifestarem contra o racismo nos estádios.
“Indo além das denúncias, a parceria com a Amstel vai servir para que possamos dialogar, prestar assessoria jurídica e psicológica às vítimas. Queremos não só denunciar os casos mas, principalmente, criar uma rede de apoio e acolhimento às vítimas”, acrescentou Marcello Carvalho, diretor do Observatório da Discriminação Racial no Futebol.
Por meio da parceria, o Observatório e o Projeto Primeira Pele Preta, que visa dar protagonismo à luta racial dos personagens negros, vão poder ampliar suas atuações prestando consultoria psicológica e jurídica para vítimas de discriminação racial. Os portais Barulho Contra o Racismo e o Manual Antirracismo no Esporte já estão no ar.
Nas partidas desta rodada, a Amstel aproveitará os painéis de publicidade nos campos e anúncios geolocalizados para comunicar a cerca de 300 mil torcedores presencialmente durante as próximas partidas de Corinthians, Palmeiras, Atlético-MG, Flamengo, Athletico e Fortaleza. Haverá ainda uma inserção dentro da transmissão do SBT.
Por fim, nas redes sociais, a cervejaria e o Observatório terão conteúdos exclusivos convocando todo ecossistema da modalidade na luta contra o racismo.
A Amstel carrega consigo valores como respeito, diversidade, autenticidade e liberdade, trazidos de cidade natal, Amsterdã. Por meio do patrocínio à Libertadores, a marca busca promover discussões que contribuam para a construção de um futebol mais respeitoso e acolhedor, e a ação Barulho Contra o Racismo é um movimento que vai de encontro com este propósito.
Em 2019, a Amstel lançou a campanha “Paixão vs Violência” em que buscava conscientizar os consumidores que o comportamento agressivo não poderia ser maior que a paixão pelo seu time, uma vez que esta edição foi marcada por casos de violência física entre torcedores e atletas. Como parte da iniciativa, foi lançado o Torcedor Artificial, que absorvia e aprendia a partir dos comentários e publicações de torcedores online.
Em 2021, a Amstel estreou o Chute Certeiro, um experimento-social com torcedores apaixonados pelos seus times, mas que não seguiam os estereótipos esperados. O filme foi produzido com a participação de pessoas LGBTQIA+, mulheres e PCDs com histórias inusitadas de paixão pelos seus times. Como parte da ação, a marca apoiou financeiramente o JogaMiga e Ligay, dois projetos que promovem a inclusão de mulheres e pessoas LGBTQIA+ no esporte mais popular do mundo.
Receba as publicações do MKT Esportivo direto na sua caixa de mensagens
MKT Esportivo – Todos os direitos reservados © | 2022

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.