Maria Vieira arma confusão no Brasil – A Televisão

As polémicas declarações que Maria Vieira assinou, há cerca de uma semana, nas redes sociais, quando disse que a Globo é um “antro de homossexuais e de pedófilos”, têm sido notícia na imprensa brasileira. A eterna Parrachita já veio a público mostrar-se indignada com a situação.
“Desde o início desta semana que o meu nome vem sendo amplamente noticiado no Brasil a propósito da vergonhosa discriminação e do cancelamento de que fui vítima por parte da TV Globo, que resolveu vetar a minha participação na próxima novela das 9 (da autoria de Gloria Perez) depois de o realizador Mauro Mendonça Filho me ter convidado para integrar o elenco da mesma”, escreveu numa nova publicação que colocou na rede social Facebook.
“O caso foi alvo de notícia na Jovem Pan News (um dos mais vistos canais de notícias do Brasil), que comentou o assunto no seu bloco noticioso em horário nobre e que também lhe dedicou atenção especial naquele que é um dos mais populares programas da estação – Morning Show -, onde os comentadores de serviço reconheceram e apoiaram a minha denúncia. Para além disso, quase todos os media brasileiros abordaram largamente o assunto, desde o jornal pró-esquerdista – Folha de São Paulo – passando pelas mais variadas revistas e sites de televisão, incluindo os do grupo UOL”, revelou Maria Vieira.
“Hoje fiquei a saber, através do Notícias da TV (que também pertence ao grupo UOL), que eu teria sido barrada por não ter tomado a vacina contra a «covidagem», por ser filiada a um partido político e por ter um cargo público como Deputada Municipal e também pude confirmar que a minha colega e amiga brasileira, a atriz Elizângela, foi recentemente barrada da mesma novela pela TV Globo, por também se recusar a tomar a «injeção» contra a «covidagem» e perante tudo isto resta evidente que a Rede Globo é uma empresa que exerce coação sanitária sobre os seus colaboradores e que discrimina as pessoas por motivos políticos, no caso, pessoas conservadoras e de Direita como eu, porque certamente o que não falta na TV Globo são militantes esquerdistas e apoiantes do ex-presidiário Lula da Silva que não são discriminados e cancelados pelo mesmo motivo”, atirou.
“Resta-nos pois torcer pela reeleição de Jair Messias Bolsonaro no Brasil para que este tipo de discriminação, de censura e de coação deixem de ser exercidas por uma empresa que em tempos foi reconhecida e respeitada por ser um exemplo de isenção, de democracia e de liberdade, não apenas no Brasil como no mundo inteiro”, acrescentou ainda Maria Vieira.
Leia também: Maria Vieira arrasa Globo após ser afastada de novela: “Antro de homossexuais e pedófilos”




document.getElementById( “ak_js_1” ).setAttribute( “value”, ( new Date() ).getTime() );

Verifique na sua caixa de correio ou na pasta de spam para confirmar a sua subscrição.

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.