Cattani quer fim de feriado em MT: “Nada a ver com racismo" – Midia News

ALMT

O deputado estadual Gilberto Cattani, autor do projeto
O deputado estadual Gilberto Cattani (PL) defendeu o projeto de lei, de sua autoria, que torna ponto facultativo o feriado estadual da Consciência Negra. O feriado é comemorado no dia 20 de novembro, que neste ano cai em um domingo.
 
A medida foi colocada na pauta da sessão desta semana, mas não foi votado. A tendência é de que ele seja analisado na próxima semana. 
 
O parlamentar afirmou que o objetivo da mudança é um pedido do comércio do Estado, que sofreu com os fechamentos durante a pandemia da Covid-19.
 
“Nós tivemos uma solicitação do setor comercial para que a gente pudesse amenizar a questão dos feriados no mês de novembro. Há três feriados em novembro e quase todos são prolongados. Dia 2 [Finados], 15 [Proclamação da República] e 20 [Consciência Negra]”, disse.
 
“O único feriado que a gente pode alterar e não anular, que fique bem claro, é o feriado estadual da Consciência Negra. O projeto é para que ele se torne ponto facultativo, coisa que na Capital e em outros municípios do Estado já é. Nós só estamos tentando fazer isso a nível estadual”, acrescentou.
 
Cattani negou que o projeto tenha cunho racista. Para ele, não há desrespeito com os negrosn a apresentação de tal propositura.
 
“Não tem absolutamente nada a ver com racismo. Eu acho que todos são iguais. Os negros precisam ser respeitados, assim como os brancos, como os homossexuais, heterossexuais”. 
 
“As pessoas têm que ser respeitadas da maneira que elas são. Isso não é uma falta de respeito de forma nenhuma. Nós estamos aqui falando de questão comercial”, pontou.
 
Entre no grupo do MidiaNews no WhatsApp e receba notícias em tempo real (CLIQUE AQUI).
FECHAR

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.