ACNUR e IKMR promovem live com resultados do projeto #RefuTeen – ACNUR

Selecione um idioma para o nosso site global:
Compartilhar
Projeto que trabalhou o protagonismo de jovens refugiados e migrantes sobre direitos humanos nas redes sociais terá apresentação de resultados amanhã, às 17h00, pelo YouTube do ACNUR e Facebook da IKMR
14 Jun 2022

São Paulo, 14 de junho de 2022 (ACNUR) – A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a organização parceira I Know My Rights (IKMR) realizam amanhã, às 17h00 (horário de Brasília), o evento de encerramento do projeto #RefuTeen. O evento apresentará os vídeos da formação realizados por 20 jovens refugiados e migrantes que vivem no Brasil, entre 12 e 18 anos. Eles passaram por 20 horas de capacitação junto a conteudistas de direitos humanos e profissionais das redes sociais com o propósito de potencializar suas produções pelos diferentes canais digitais.
“Para mim, ser #RefuTeen se tornou um estilo de vida. Hoje, me sinto mais confiante para falar sobre causas que defendo e projetar minha voz para o mundo, através das redes sociais. Eu fiz novos amigos, descobri novas culturas, aprendi mais sobre direitos humanos e hoje sei como colocá-los em prática”, conta Jaecmar Alejandra, refugiada venezuelana de 15 anos que atualmente reside no Rio de Janeiro-RJ e foi uma das participantes do projeto.
A primeira versão do projeto #RefuTeen abordou temas transversais e complementares, divididos em dois eixos. O primeiro cobriu a temática dos direitos humanos e protagonismo juvenil, contando com oficinas sobre os direitos da população refugiada e migrante, políticas públicas no Brasil, proteção de crianças e adolescentes e promoção da igualdade de gênero. O segundo módulo abrangeu a comunicação comunitária em mídias sociais, incluindo conceitos de marketing para redes sociais, produção de conteúdos digitais, técnicas de produção audiovisual e construção de comunidades de aprendizagem.
Os participantes puderam escolher livremente os temas que mais se relacionam com o seus respectivos cotidianos e vivências para a produção um vídeo final, conforme explica a coordenadora do projeto, Mahryan Sampaio.
“A geração #RefuTeen busca ser protagonista e ativa nos processos decisórios, reivindicando um futuro melhor e ressignificando o presente. Este projeto é um espaço seguro para que jovens refugiados e migrantes possam se capacitar, mas também conduzir seu próprio caminho pelo conhecimento, conseguindo guiar a si mesmos com autonomia.” afirma Mahryan.
A participação mais constante de jovens refugiados e migrantes nas redes sociais tem sido uma ferramenta fundamental de informação em um contexto de múltiplas narrativas sobre este tema. Por isso, a iniciativa do ACNUR e da IKMR incorporou jovens de diferentes nacionalidades e locais de residência no Brasil para terem um diálogo entre eles, despertando o interesse por temas que impactam diretamente suas vidas e para terem contatos com técnicas e conhecimentos a fim de aperfeiçoarem os conteúdos que já produziam. A proposta do projeto é de que os novos conteúdos produzidos mantenham a perspectiva de suas realidades e promovam a cultura do diálogo, evitando estigmas e xenofobia em relação a quem são.
O evento de encerramento será transmitido amanhã, às 17h00 (horário de Brasília), pelos canais oficiais do ACNUR Brasil no Youtube e Facebook da IKMR. A transmissão contará com a participação de Maria Beatriz Nogueira (ACNUR), Mahryan Sampaio e Vivianne Reis (IKMR), apresentando os vídeos produzidos pelos 20 jovens refugiados e migrantes que integram o projeto.
 

 
© UNHCR 2001-2022

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.