Van Gaal nega discriminação na seleção: «Absurdo» – A Bola

O selecionador neerlandês, Louis Van Gaal, rejeitou esta sexta-feira a existência de discriminação racial na seleção, numa reação às declarações de Ruud Gullit, que acusou a federação dos Países Baixos de não permitir que treinadores negros liderem treinos da seleção.
 
«Surpreende-me que ele consiga ver da sua casa em Amesterdão ou Itália se um treinador está a treinar ou não. É simplesmente um absurdo. O meu assistente, Edgar Davids, ainda esta semana orientou um treino», sublinhou.
 
Recorde-se que Gullit foi muito crítico em relação a este tema: «Se me perguntassem se voltaria à equipa técnica [da seleção dos Países Baixos], diria: ‘Não, claro que não’. Vejo sempre todos esses jogadores negros a serem autorizados apenas como assistentes… Vão para o c…»
Sempre houve e sempre há de existir. Holandeses também se consideram uma raça superior e não se misturam com os buitenlanders. O próprio estado holandês é discriminatório.
Aqui não compreendo bem o problema mas este van galo nao é mauzito.
Vejam Espanha, tem 1 ?

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.