Mãe de aluna denuncia racismo em escola de Araraquara – ACidade ON – Araraquara, Campinas, Ribeirão Preto e São Carlos

Publicidade

 
 
Uma aluna de 11 anos teria sido foi vítima de racismo duas vezes em Araraquara, na escola estadual Jandyra Nery Gatti, no Jardim Imperador. Os casos foram registrados em abril e maio, porém só foram divulgados neste mês de junho. 
Segundo o boletim de ocorrência registrado pela família em abril, um colega do 5º ano do ensino fundamental, deixou um bilhete na carteira da garota com os dizeres “Sua macaca”. 
De acordo com o B.O, a garota levou o bilhete para a professora que entregou para direção da escola, porém a mãe da aluna disse que nenhuma providência foi tomada pela escola nesse primeiro caso.  
No segundo ataque racista, ocorrido em maio, um aluno do 4º ano também chamou a aluna de macaca e a comparou com um personagem negro de um jogo de vídeo game.

A mãe voltou a procurar a direção que informou que falaria com o aluno. A reportagem da CBN Araraquara tentou falar com a com a família mas não teve retorno.  
O QUE DIZ A SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

A secretária da Educação do Estado de São Paulo retornou em nota e reforçou que repudia qualquer ato de racismo dentro ou fora do ambiente escolar.  
De acordo com a nota, assim que soube da situação, a direção da escola acionou os responsáveis para uma reunião de mediação e entendimento quanto as medidas restaurativas que preserva o direito a educação dos estudantes envolvidos.
“As diretrizes da cartilha antirracismo, presente em todas as escolas da rede estadual, seguem sendo reforçadas, com estratégias pedagógicas antirracismo, com rodas de conversa, ação de conscientização e amplo diálogo na unidade escolar sobre vocabulário antirracista”, informou a pasta.  
O caso foi inserido no Programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar – Conviva SP e foi inserido no Placon, sistema utilizado para acompanhamento de registro de ocorrências escolares na rede estadual de ensino.  
Segundo a pasta, será ofertado assistência com Psicólogos na Educação aos estudantes envolvidos, se autorizado pelos responsáveis.

 Casos de racismo, discriminação e injúria racial devem ser denunciados através do número 08007725377. Pessoas que presenciam crimes de racismo também podem fazer a denuncia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS
CANAIS
CONTATO
TERMOS
©   copyright
Quem Somos

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.