Técnico pede demissão do CSKA Sofia após racismo da torcida contra próprio time – Máquina do Esporte

Inglês Alan Pardew decidiu deixar o clube após torcedores atirarem bananas em jogadores negros
Redação – São Paulo (SP) Publicado em 06/06/2022, às 14h48 – Atualizado às 14h50
Alan Pardew, técnico inglês com passagem por Newcastlee Crystal Palace, pediu demissão do CSKA Sofia por um motivo triste e inusitado: o racismo dos torcedores contra jogadores do próprio clube.
O treinador decidiu sair após alguns membros da torcida jogarem bananas em quatro jogadores negros do time e os atacarem com insultos racistas antes de um jogo em casa contra o Botev Plovdiv. O caso ocorreu em 19 de maio, mas a decisão de Pardew de sair aconteceu na semana passada.
O treinador foi contratado pelo CSKA Sofia como diretor técnico em novembro de 2020. Em abril, tornou-se treinador do time, dono de 31 títulos do Campeonato Búlgaro, sendo o maior campeão da história do país.
Decisão de sair
Os torcedores haviam ficado irritados com a derrota para o Levski Sofia, rival local, na final da Copa da Bulgária, uma semana antes. Diante do incidente, Pardew disse que precisava tomar uma posição.
“Os eventos antes e depois da partida contra o Botev Plovdiv foram inaceitáveis não apenas para mim, mas também para meu assistente Alex Dyer e para meus jogadores”, afirmou o treinador.
Zagueiro e meio-campista nos anos 1980 e 1990, Dyer foi o primeiro homem negro a exercer a função de assistente técnico no CSKA.
“Esse pequeno grupo de torcedores organizados racistas que tentaram sabotar o jogo não são os torcedores do time que quero treinar. Esse definitivamente não é o caminho certo para o CSKA, porque esse clube merece muito mais. Foi um privilégio e uma honra servir a este grande clube. Infelizmente, meu tempo aqui chegou ao fim”, lamentou o treinador.
O CSKA Sofia conta com três brasileiros no elenco: o goleiro Gustavo Busatto (ex-Grêmio), o lateral-esquerdo Geferson (ex-Internacional) e o atacante Maurício Garcez (ex-Brusque). Para o lugar de Pardew foi contratado o sérvio Saša Ilic.
Ação social
Caloi cria grafismo especial para nova bicicleta Rainbow em prol da causa LGBTQIA+
Liga das Nações
Crianças húngaras vaiam gesto antirracismo da seleção inglesa e chocam treinador
Ação
Cruzeiro faz ação no Dia Internacional de luta contra a LGBTfobia
Cidadania
LaLiga se une ao EA Sports FIFA 2022 e lança semana antirracismo
Vendido!
Após racismo de proprietário, Real Salt Lake, da MLS, é vendido
Análise: Preconceito exige atitude das marcas
Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do EsporteÍcone Feed RSS application/rss+xml
Copyright © 2022 Direitos reservados para Comunicazioni, Assessoria, Comunicação, Tradução e Negócios Ltda.
Máquina do Esporte é uma marca registrada para a Comunicazioni, Assessoria, Comunicação, Tradução e Negócios Ltda. – CNPJ: 06.887.094/0001-49 – Rua Jacques Felix, 96. Cj.52 – CEP: 04509-000 / [email protected]

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.