Imigrante relata xenofobia por parte da Polícia Federal: “Está trazendo a África pra cá?” – TV Cultura

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.
Rua Cenno Sbrighi, 378 – Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP – Tel: (11) 2182.3000
Segundo Benazira, imigrantes de outros continentes recebem tratamento melhor
O Estação Livre desta sexta-feira (11) falou sobre estrangeiros que vêm para o Brasil em busca de uma vida melhor.
Para falar sobre imigrantes e refugiados, o programa recebeu Benazira Djoco, empreendedora social guineense e o ativista congolês Proster Dinganga.
Benazira explicou que o brasileiro recepciona bem os imigrantes, mas o tratamento varia dependendo da nacionalidade.
“Eu sou muito bem recebida, mas as leis nos dificultam. Na Polícia Federal, já me falaram: ‘Você gosta de trazer muitas pessoas, está trazendo a África pra cá?’ – A gente vê o tratamento com os sírios, por exemplo, é diferente”, contou.
A empreendedora social falou um pouco sobre seu trabalho, que segundo ela não atende apenas africanos.
“Nós atendemos os próprios sírios, pessoas da Colômbia, Venezuela. O objetivo inicial era focar na população africana, mas vimos que essa causa é humanitária, a dor é igual para todos”, disse Benazira.
Proster enxerga a regularização migratória no Brasil de uma maneira diferente. Segundo ele, as leis brasileiras são bastante progressistas, mas pecam na concretização.
“Em relação a outros países, como os europeus, é muito mais tranquilo se regularizar aqui, mas existe uma ignorância dos órgãos oficiais nessa área que dificulta o acesso aos direitos. Falta informação”, explicou o ativista.
Veja a reportagem completa:
Leia também: Após morte de Moïse, presidente da Comunidade Congolesa no Brasil cobra mudanças no sistema
Assista ao programa na íntegra:
O programa Estação Livre é apresentado pela jornalista e empreendedora Cris Guterres, considerada pela revista Forbes uma das criadoras de conteúdo mais inovadoras de 2020. Feita por uma maioria de mulheres pretas, a atração tem a missão de valorizar a cultura negra, a rica diversidade do Brasil e trazer a sociedade para repensar e ajudar a reconstruir um país mais justo para todos.

Saúde autoriza 4ª dose da vacina contra Covid-19 em pessoas acima de 50 anos

Brasileiro que viajou com nave de Jeff Bezos ao espaço se emociona no retorno

Governo de São Paulo inicia obras do Programa Viver Melhor em Paraisópolis
Brasileiro que viajou com nave de Jeff Bezos ao espaço se emociona no retorno: “Indescritível e surreal”
Ministério da Saúde autoriza 4ª dose da vacina contra Covid-19 em pessoas acima de 50 anos
Conheça bancada de entrevistadores do Roda Viva com Fernando Haddad
“Não é a primeira vez que morre alguém com gás lacrimogêneo no Brasil”, diz Bolsonaro sobre Genivaldo

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.