DataFórum: a xenofobia contra Paola Carosella em ação orquestrada por bolsonaristas – Revista Fórum

Após a empresária e chefe de cozinha argentina naturalizada brasileira Paola Carosella afirmar que os bolsonaristas “ou são escrotos ou são burros”, os seguidores radicais do líder de extrema-direita promoveram uma verdadeira onda de ódio xenofóbico nas redes. É o que revela o DataFórum desta quarta-feira (25), que traz a movimentação na internet dos grupos reacionários, por meio dos já conhecidos insultos e ameaças, após a fala política da antiga jurada do programa MasterChef.
No Twitter, em menos de 48 horas, as hashtags #voltapraargentina, #paolavoltapraargentina, #voltapraargentinapaola, #paolacozinheiraescrota, #boicotearturito e #vaipraargentinapaola inundaram a rede em 13.778 tuítes de teor xenofóbico, ameaçador ou intimidatório.
Entre os usuários mais ativos, alguns chegaram a publicar, ou retuitar, mais de 200 mensagens de xenofobia explícita contra Paola, enquanto outros geram publicações amplamente difundidas e compartilhadas por mais de 500 seguidores.
Entre as publicações xenofóbicas mais agressivas contra a chefe de cozinha estão textos como “Cozinhar onde tem comida é fácil, quero ver cozinhar na Argentina socialista que você defende e agora falta tudo!  Ingrata, #FechadoComBolsonaro”, “Pegue suas trouxas, dê meia volta e pegue o próximo voo de volta, a Argentina te espera!”, “Vaza, vai viver na Argentina com inflação de 55%, leva seus restaurantes pra lá e veja se sobreviverão no comunismo!”, “Uma vagabunda daquela que sai de um país quebrado pra fazer fortuna no Brasil e ainda tem audácia de chamar o brasileiro patriota de burro e escroto. É uma tremenda fdp”, entre outras pérolas xenofóbicas e de pura ignorância, uma vez que discípulos de Bolsonaro não têm sequer noção do que se passa na nação vizinha do sul.

Entre os termos que predominaram na rede nesta quarta (25) estão expressões como “Paola volta pra Argentina”, “estrangeira escrota”, “ingrata”, “volta para a Argentina Paola” e “comunismo”, o clássico espantalho utilizado pela extrema-direita para classificar quem não se enquadra nos delírios ideológicos do grupo.
Abaixo, segue o modelo que retrata os principais perfis bolsonaristas que atuam nos ataques à empresária.

Confira a seguir alguns dos tuítes disparados contra Paolla Carosella:
 
 
 
 
 

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.