Arraiais, shows, sardinhas: Lisboa lança Festa dos Santos Populares – Agora Europa

Amanda Lima

Lisboa, Portugal.

Cidade decorada com bandeiras coloridas, sardinhas assadas, marchas nas ruas, shows e outras atrações culturais vão marcar as próximas semanas em Lisboa, a capital portuguesa. É o retorno da Festa dos Santos Populares, uma das mais tradicionais celebrações lisboetas, que foi interrompida durante dois anos por causa da pandemia de Covid-19. A programação foi lançada oficialmente nesta sexta-feira (20) durante evento cultural na cidade.
Lisboa, Portugal.
“É um espaço de manifestações artísticas e culturais, acima de tudo, a identidade que temos e as tradições da nossa cidade”, declarou Diogo Moura, secretário municipal da Cultura. Moura ressaltou que a festa atrai muitos turistas, mas que também é uma celebração para quem mora na cidade, lembrando dos imigrantes que escolheram Lisboa para viver. 
Apesar de já existirem programações em andamento nos bairros, o show de abertura está marcado para o dia 28 de maio, às 22h, na Torre de Belém, situada na frequesia de Belém, um dos cartões postais da cidade. O artista Tito Moura e convidados farão uma apresentação chamada de “O que nos une”. A entrada é livre.
Os tradicionais arraiais, que são festas nas ruas, em associações culturais ou outros locais, começam no dia 2 de junho e seguem até o dia 30. Estão marcadas mais de 140 celebrações em diversos bairros da cidade, principalmente nas regiões mais tradicionais, como Alfama e Graça. Nestes eventos, a sardinha assada é uma das comidas mais típicas.
Também ocorrem marchas populares no Altice Arena, com representantes dos bairros, nos dias 3, 4 e 5 de junho. A entrada custa seis euros por dia. No dia 12 de junho, véspera do feriado de Santo Antônio, ocorre  o desfile na avenida da Liberdade, uma das principais da cidade, com participação dos blocos dos bairros lisboetas.
Também no dia 12 de junho, ocorre o tradicional Casamento de Santo Antônio, que nesta edição terá a participação de 16 casais. A celebração será no Paço do Concelho e Sé, às 11h30min. Os casamentos são uma tradição iniciada em 1958, que seguiu anualmente até 1974. Em 2004, os casamentos foram retomados desde então e somente interrompidos nos últimos dois anos.
A programação segue com arraiais diários e outros eventos culturais, como apresentações de fado no Castelo de São Jorge, nos dias 17 e 18, às 22h. A entrada é gratuita. 
A diversidade também marca as atividades dos Santos Populares, com dois dias de eventos promovidos pela associação SOS Racismo, em parceria com associações de imigrantes. Mostra de trabalhos e apresentações culturais fazem parte da programação, que ocorre na Ribeira das Naus, a partir das 16h. O objetivo, segundo os organizadores, é lutar contra o racismo, xenofobia, homofobia e outros tipos de discriminação. O Arraial Pride está confirmado, como forma de valorização da comunidade LGBTI+. Será na Praça do Comércio, às 16h do dia 25 de junho.
O show de encerramento será no dia 30 de junho, reunindo diversos artistas do país. O evento será na Praça do Comércio, às 22h, com apresentação de músicas clássicas da cidade, como “Cheira a Lisboa” e “Mocidade”. Os detalhes da programação serão divulgados em breve no site oficial do evento. 
Os conteúdos publicados no Agora Europa são produzidos colaborativamente por jornalistas residentes em diferentes países da Europa.

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.