Neto pede boicote à Libertadores: 'Conmebol é uma instituição racista' – LANCE!

Apresentador condenou a postura dos clubes brasileiros com os casos de preconceito que vem ocorrendo nos jogos da competição
Neto condenou a Conmebol após novo caso no jogo entre Corinthians e Boca (Foto: Reprodução/Band)
Os recentes casos de racismo nos jogos da Libertadores vem incomodando muitos torcedores e jornalistas. Durante o programa “Os Donos da Bola” desta quarta-feira, Neto pediu um boicote à competição e acusou a Conmebol de ser uma “instituição racista”. 
+ Libertadores voltará para Globo: saiba quais canais estão com os direitos de 21 competições

– A Conmebol é uma instituição racista. E vocês: Flamengo, Vasco, Palmeiras, São Paulo, Santos, vocês não têm vergonha na cara? Será que vocês não entendem que têm que parar com a Libertadores? Para com a Libertadores! Quero ver se a Globo vai fazer 2023 a 2026, que pagou uma ‘bala’ violenta para tirar do SBT. Vocês, jogadores, não têm vergonha? Quando eu jogava, não era isso que está acontecendo (agora) – disparou Neto. 

+ Corinthians considera inaceitável caso de racismo e trato com a sua torcida na Bombonera

O apresentador ainda condenou a postura dos clubes brasileiros em relação aos xingamentos preconceituosos que vem ocorrendo durante os jogos da Libertadores.

– Quero ver. Se tirar os times brasileiros: Flamengo, Palmeiras, Corinthians, Inter, Grêmio, não tem Libertadores. Por sinal, o Brasileiro é muito mais importante que a Libertadores, a Copa do Brasil dá mais dinheiro. É que a Libertadores ficou uma Champions League tupiniquim… Os clubes brasileiros são uma vergonha em relação a racismo, homofobia, tudo. Vocês que trabalham onde tem direitos de TV não falam nada. Comentarista, apresentador, narrador, patrocinadores ficam quietos. Não falam nada – concluiu Neto.

Na partida desta última terça-feira entre Boca Juniors e Corinthians na La Bombonera, novamente os argentinos cometeram injúrias raciais contra os torcedores corintianos. O episódio já havia ocorrido na Neo Química Arena e se repetiu também em Buenos Aires. Os clubes aguardam uma punição severa da Conmebol para que essas lamentáveis práticas não voltem a acontecer.

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.