4 filmes da Netflix de tirar o fôlego para assistir nessa semana – Oficina da Net

Confira quatro obras cinematográficas de tirar o fôlego para assistir nessa semana e se divertir à noite com a família ou amigos.
Estes quatro filmes da Netflix indicados aqui prometem tirar seu fôlego de diferentes formas, indo desde algo erótico até gêneros como comédia e ação. Saiba agora quais filmes você deve assistir nessa semana para não perder tempo passando horas procurando por um título interessante na plataforma de streaming.
Gêneros: Drama e romance
Classificação indicativa: 18 +
Duração: 1h 51 min
Direção: Barbara Bialowas e Tomasz Mandes
365 dias hoje é a sequência do filme “365 Dias”. No final do primeiro filme, tivemos a preparação para o casamento de Massimo e Laura, onde descobriu-se que Laura estava grávida. No auge do clímax do filme, Laura acaba sequestrada pela família mafiosa rival em um túnel.
A história de 365 dias hoje conta com a presença dos astros Michele Morrone e Anna-Maria Sieklucka, além do retorno de Magdalena Lamparska, interpretando Olga, a melhor amiga de Laura. Entretanto, a grande novidade mesmo é o grande vilão de “365 Dias: Hoje” chamado Nacho, que é interpretado por Simone Susinna. O vilão contará com comportamentos ainda mais “obscuros” que os do mafioso que conhecemos. Tornando-se assim, um grande atrativo para Laura.
Nessa sequência de “365 Dias”, Laura e Massimo irão voltar a ficar juntos após um grande susto. Entretanto, a relação é afetada pela família do protagonista, enquanto, ao mesmo tempo, um misterioso homem conquista o coração e a confiança de Laura.

Gêneros: Ação, comédia, policial
Classificação indicativa: 16 +
Duração: 1h 40 min
Direção: Mateusz Rakowicz
Baseado em fatos reais, O Rei das Fugas (Najmro: Kocha, kradnie, szanuje), conta a história de Zdzisław Najmrodzki, um famoso ladrão polonês da década de 70 e 80 que escapou da polícia 29 vezes. Houve fugas de dentro de um trem, de uma janela do tribunal, do quartel general da polícia de Varsóvia e de uma prisão.
O longa-metragem é dirigido por Mateusz Rakowicz (Romantik) que presta uma homenagem a Zdzisław Najmrodzki de forma diferente, pois trata-se de um filme de comédia. Então não espere uma história envolvente e trabalhada, assista com a expectativa de se divertir dando risadas.

Gêneros: Drama e guerra
Classificação indicativa: 14 +
Duração: 2h 8 min
Direção: John Madden
Outro filme baseado em fatos reais, O soldado que nunca existiu é uma obra cinematográfica que abarca os gêneros drama, histórico e guerra. Trata-se da terceira versão da mesma história, que foi adaptada anteriormente em um filme de mesmo nome em 2010 e antes ainda no filme “O Homem que Nunca Existiu (1956).
O enredo do filme O soldado que nunca existiu é baseado no livro de Ben Macintyre e seus eventos desprezam um dos pontos mais interessantes da Operação Carne Moída (Operation Mincemeat, nome original do filme), a interferência de Ian Fleming, assistente pessoal de John Godfrey, diretor da Divisão de Inteligência Naval.
A Operação Carne Moída (Mincemeat) foi uma operação articulada pelo Reino Unido na Segunda Guerra Mundial para encobrir uma invasão aliada à Silicia em 1943. Na ocasião, o corpo de Glyndwr Michaelm um cara que morreu por comer veneno de rato, foi vestido como um oficial da Marinha Real britânica e colocaram itens pessoais nele, identificando-o como o fictício Capitão (Major Interino) William Martin. Foi colocado no corpo também correspondências entre dois generais britânicos que levavam a crer que os Aliados (da Segunda Guerra) planejavam invadir a Grécia e a Sardenha, com a Sicília como mero alvo de uma distração.
Parte do plano descrito acima foi baseado no memorando de Trout (1939), escrito por John Godfrey e seu assistente pessoal, Ian Fleming. Parte do plano descrito acima foi baseado no memorando de Trout (1939), escrito por John Godfrey e seu assistente pessoal, Ian Fleming. O objetivo era fazer com que Hitler fosse enganado, no meio da Segunda Guerra Mundial, quanto às reais intenções dos Aliados, na tentativa de salvar milhares de vidas.
Vídeo incorporado do YouTube
Gêneros: Ação, comédia e policial
Classificação indicativa: 16 +
Duração: 1h 59 min
Direção: Louis Leterrier
Do mesmo diretor de Lupin, Louis Leterrier, Os Opostos Sempre se Atraem conta a história de dois policiais que se encontram após 10 anos. O que leva a ocorrer esse encontro é o caso de um assassinato um tanto quanto peculiar. Ambientado no interior da França, os atores responsáveis por representar os policiais são Omar Sy (Ousmane Diakhité) e Laurent Lafitte (François Monge).
Na cidade do interior da França, onde a dupla de policiais vai, há um prefeito com inclinações fascistas e possui envolvimento com grupos de extrema direita. Ao longo da ação do filme, há momentos de comédia, mas sem exagerar e perder a seriedade de um filme policial. Enfim, é possível se entreter com o filme e ao mesmo tempo refletir sobre situações sobre racismo e xenofobia.
Vídeo incorporado do YouTube
Laura e Massimo estão de volta, mais intensos do que nunca. Mas a família de Massimo e um homem disposto a fazer de tudo para conquistar Laura complicam a vida do casal.
Uma comédia de ação policial ambientada nos últimos dias do comunismo na Polônia onde um ladrão e herói popular escapou da polícia 29 vezes. Naymro viveu em seus termos contra o sistema. Mas o amor e a queda do Muro de Berlim mudaram tudo.
Durante a Segunda Guerra Mundial, dois oficiais dos serviços secretos utilizam um cadáver e documentos falsos para enganar as tropas alemãs.
Reunidos depois de uma década, dois policiais muito diferentes investigam um assassinato em uma cidade dividida que é palco de uma grande conspiração.

Oficina da Net © 2005 – 2022 – Um site do grupo

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.