Vereadores fazem comentários homofóbicos e são indiciados por racismo em Goiânia – Diário do Nordeste

A Polícia Civil indiciou pelo crime de racismo quatro vereadores de Goiânia por falas homofóbicas durante uma sessão na Câmara da Capital. Os parlamentares foram investigados após declarações preconceituosas sobre uma propaganda comercial de uma rede de fast food sobre o Dia do Orgulho Gay, em junho de 2021.
Os indiciados são: Sargento Novandir (Republicanos), Gabriela Rodart (DC), Cabo Senna (Patriota) e Thialu Guiotti (Avante). Joaquim Adorno, delegado responsável pelo caso, concluiu na investigação que os discursos foram preconceituosos e discriminatórios.

O inquérito foi enviado ao Judiciário em fevereiro deste ano, mas somente nesta semana o conteúdo foi divulgado.
De acordo com informações do portal g1, a vereadora Gabriela Rodart reforçou que segue não concordando com a campanha, que tem a obrigação de se posicionar e que é preciso debater ideias e opiniões de forma respeitosa.
Já a assessoria de Thialu Guiotti disse, em nota, que “de maneira alguma ocorreu crime de discriminação racial ou de qualquer natureza. […] O vereador não fugirá do propósito de defender a família tradicional tendo a Bíblia como manual de fé e seguindo em defesa das crianças, sempre respeitando as diferenças e escolhas pessoais”, diz a nota.
Os outros vereadores não responderam ao g1.
Em junho de 2021, em uma sessão na Câmara de Vereadores de Goiânia, os parlamentares indiciados fizeram declarações de cunho discriminatório sobre uma propaganda sobre o Dia do Orgulho Gay. 
Foram alvo do inquérito as seguintes falas dos vereadores no plenário:
 
Em uma decisão de 2020, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu enquadrar os crimes de homofobia e transfobia como racismo, sendo esse o caso do indiciamento dos vereadores.
Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.
Conheça nossas ofertas e vantagens. Planos a partir de R$ 9,90
Os destaques das últimas 24h resumidos em até 8 minutos de leitura.

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.