Psol pede cassação de Camilo Cristófaro por usar expressão racista em audiência – TV Cultura

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.
Rua Cenno Sbrighi, 378 – Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP – Tel: (11) 2182.3000
Vereador de São Paulo disse durante audiência virtual “varrendo com água na calçada… é coisa de preto, né?”
Parlamentares do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) na Câmara dos Vereadores de São Paulo entraram com um pedido de cassação do mandato do vereador Camilo Cristófaro (sem partido). Cristófaro usou uma expressão racista durante audiência na Casa. A solicitação foi protocolada nesta sexta-feira (6).
A representante do partido na Corregedoria da Câmara é a vereadora negra Elaine do Quilombo Periférico, e afirmou que defenderá a cassação do mandato de Camilo Cristófaro.
Leia também: Moraes suspende redução do IPI para produtos fabricados na Zona Franca de Manaus
“A vereadora do PSOL que estava presente na sessão, Luana Alves, se sentiu diretamente ofendida com a fala do parlamentar e solicitou a suspensão imediata da sessão. Um pedido de abertura de inquérito contra Cristófaro foi realizado também nesta semana na Delegacia de Crimes Raciais de SP”, justificou o PSOL.
A fala do vereador aconteceu na última terça (3). “Varrendo com água na calçada… é coisa de preto, né?”, disse a voz, atribuída ao vereador Camilo Cristófaro (PSB). Cristófaro estava participando da audiência por meio de uma vídeo chamada e não estava presente no plenário da Câmara. Como não era a vez dele falar, sua imagem não estava aparecendo no telão da sessão.
No dia seguinte à declaração, o vereador se defendeu, pediu desculpas e disse que cometeu um erro.
“Eu peço desculpas a toda população negra por esse episódio que destrói toda minha construção política na busca de garantia à cidadania dos paulistanos, principalmente aos que têm suas portas de acesso ao direito diminuída pelo racismo estrutural”, disse.
“Eu como humano tenho que me reconstruir para ser um vereador que combate qualquer forma de discriminação, principalmente quando mantenho valores de uma sociedade que está se transformando para melhor, onde todos devem ser respeitados. Venho de uma geração onde as piadinhas eram normais e preciso passar por uma desconstrução desses preconceitos”, completou.
Leia mais: Nunes Marques pede vista e trava julgamento de habeas corpus de Allan dos Santos
Brasil registra 195 mortes por Covid-19 em 24h e se aproxima da marca de 665 mil óbitos

Mãe de Emicida conversa com Cris Guterres sobre maternidade: “Foi uma consequência da vida”

“A gravidez foi um dos piores momentos da minha vida”, afirma Deh Bastos
Anvisa irá revisar regras sanitárias contra a Covid-19 em aeroportos e aviões
“A tendência é de manutenção das duas candidaturas”, diz Haddad sobre Márcio França
Preço da gasolina sobe pela 4ª semana seguida e litro do combustível chega perto dos R$ 9
Incêndio atinge palafitas em região da zona sul de Recife

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.