Embargo europeu ao petróleo russo, nova sequela de hospitalização por Covid e outros destaques TSF – TSF Online

Entre os destaques desta manhã está também a startup norte-americana BIOMILQ que está a desenvolver “leite humano” em laboratório para ajudar mães que não podem ou têm dificuldades em amamentar.
© Joe Raedie/AFP
Bruxelas propôs, esta quarta-feira, o sexto pacote de sanções contra a Rússia, que inclui finalmente o “embargo total ao petróleo” importado para países da União Europeia. A medida será aplicada por fases, até ao final do ano. A proposta ainda vai ter de ser aprovada pelo Conselho Europeu. Contudo, a concretizar-se, Paulo Carmona, antigo presidente da entidade nacional para o mercado de combustíveis, considera que não passa de um gesto simbólico e a Rússia não terá grande impacto.
Continuam os esforços para a retirada de civis da cidade de Mariupol. O Presidente da Ucrânia garantiu que, apesar dos contínuos ataques russos, as autoridades de Kiev estão a trabalhar “todos os dias” e a fazer “tudo o que é possível para retirar civis de Mariupol e Azovstal“.
Subscreva a nossa newsletter e tenha as notícias no seu e-mail todos os dias
Noutro plano, o jornalista russo e Prémio Nobel da Paz 2021 Dmitri Mouratov denunciou a propaganda russa evocando o uso da arma nuclear na Ucrânia, o que iria conduzir ao “fim da Humanidade” em vez de acabar com a guerra. Mouratov considerou que os propagandistas do Kremlin tentam tornar o uso de armas nucleares aceitável para a sociedade russa.
A Bielorrússia, aliada de Moscovo e país que faz fronteira com a Ucrânia, lançou manobras militares “surpresa” para testar a capacidade reativa do seu exército. Em comunicado, o Ministério bielorrusso da Defesa informou que as unidades militares bielorrussas estavam a testar a sua capacidade para “entrar em alerta, deslocarem-se para zonas predeterminadas e realizar treinos de combate”.
Por cá, o Sindicato da Carreira de Chefes da PSP instou o diretor nacional a apresentar uma queixa-crime contra as declarações de um dirigente sindical do SEF sobre alegados “problemas estruturais de xenofobia e racismo” na polícia e GNR. À TSF, o vice-presidente do Sindicato da Carreira de Chefes da PSP, Rui Silva, compreende que o SEF lute pela sobrevivência, mas diz que isso não pode passar por insultar outras forças policiais.
Na ordem do dia está também a polémica sobre o preço dos combustíveis. A ASAE confirmou que há postos onde o preço dos combustíveis não baixou. Contudo, a autoridade para a segurança alimentar e económica considera que “não é uma questão de incumprimento”, porque “não há um valor fixo final que tem de ser estabelecido ao consumidor.”
Uma startup norte-americana está a desenvolver “leite humano” em laboratório para ajudar mães que não podem ou têm dificuldades em amamentar. Chama-se BIOMILQ e foi cofundada pela especialista em biologia celular Leila Strickland, em 2013, que teve, ela própria, dificuldades em produzir leite materno suficiente para o seu primeiro filho.
Um estudo científico publicado na revista eClinicalMedicine revelou que as pessoas hospitalizadas com Covid-19 podem apresentar um declínio cognitivo persistente, numa escala comparável ao envelhecimento de 20 anos. Os resultados sugerem que estes doentes tiveram deficiências cognitivas particulares, incluindo uma velocidade de processamento mais lenta.
Por fim, dois anos depois, o cortejo da Federação Académica do Porto voltou a invadir várias ruas da cidade invicta. O percurso foi mais curto que o habitual, devido às obras da nova linha de metro, que impediram a descida dos estudantes pela Rua dos Clérigos. Veja as imagens:

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.