Russos em Portugal queixam-se de xenofobia e apelam a medidas do governo – Jornal de Notícias

“Putin não é a Rússia”, pode ler-se num cartaz exibido em Barcelona
Foto: AFP
Anna Pogrebtsova, presidente da associação russa “Pushkin”, queixa-se que os russos a viver em Portugal estão a ser vítimas de “xenofobia” e de “mensagens agressivas” nas redes sociais, por causa da guerra com a Ucrânia, e pede ao governo português que “tome medidas”, com uma “chamada de atenção”, pois Portugal é um “país democrático, que promove os valores da humanidade e da igualdade”.
A associação “Pushkin” foi criada em 2018, visando o intercâmbio entre as duas nações. Por sentirem que, nos últimos tempos, o dedo acusatório virou-se contra os russos a residirem no nosso país, foi criado um grupo no Facebook para denunciar esse clima de “bullying”.
Guerra. Os pontos-chave do quinto dia da invasão russa à Ucrânia
Racismo. Nigéria condena discriminação de refugiados africanos no acesso à fronteira com a Polónia
Mundo. A odisseia de Svitlana: mil quilómetros e 19 horas para fugir de Kiev
Receba as notícias do dia e os alertas de última hora. Veja aqui um exemplo.

source

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.